Atenção: Índice de roubo de cargas cresce no Brasil

Posted by brandmedia
Category:

Índice de roubo de cargas cresce no Brasil

No último ano, foram registrados mais de 22 mil roubos de carga. É o que concluiu o levantamento da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC). O relatório também mostrou que o prejuízo para o setor produtivo com a perda de cargas e veículos chegou a cerca de R$ 2 bilhões.

Ainda segundo o relatório, a Região Sudeste do país apresentou o maior número de roubos. Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, concentram mais de 80% dos casos. Os dados são alarmantes e mostram a importância de os gestores da área de transporte desenvolverem estratégias para diminuir ao máximo os danos causados pelo roubo de carga.

Por isso, listamos algumas dicas de como evitar que sua carga faça parte das estatísticas.

Dicas para reduzir o risco de roubo de cargas

Monitoramento de veículos

O monitoramento oferece mais segurança no processo de transporte, além de ser uma alternativa eficaz para identificar problemas que podem deixar sua carga vulnerável. Além disso, em caso de roubo é possível saber a localização do veículo e carga, facilitando o trabalho da polícia.

Utilize rotas seguras

O planejamento e controle da rota é essencial para a segurança de toda a operação. Muitas ocorrências de roubo poderiam ser evitadas ao utilizar rotas mais seguras. É preciso buscar informações sobre pontos da rota mais suscetíveis a assaltos para traçar caminhos alternativos sempre que possível.

Utilize rotas variadas

Tão importante quanto utilizar rotas seguras é sempre variá-las. Muitas quadrilhas acompanham a trajetória de veículos antes da abordagem.

Invista em treinamento para os motoristas

Os motoristas e demais funcionários envolvidos no transporte e distribuição das mercadorias devem ser orientados quanto à adoção de atitudes preventivas eficazes na diminuição do roubo de cargas. Algumas orientações são:

  • Evitar o perigo de falsas blitz;
  • Não falar com terceiros sobre a carga que está carregando ou o trajeto de entrega;
  • Manter-se sempre vigilante caso algum veículo apresente comportamento estranho;
  • Comunicar à polícia rodoviária em caso de atitudes suspeitas.
WhatsApp chat